Conheça a história da "famiglia" Bertolla

Quando iniciei este projeto meu objetivo era prestar uma homenagem a meu pai Annibal pela sua historia de vida, de um origem humilde em uma fazenda de café até se tornar um importante executivo de um grande Banco e principalmente o Patriarca de nossa família. Para isso procurei um grande escritor e biografo Pedro Autran e fomos buscar informações e fatos que ilustrassem sua vida e sua importância para tantas pessoas.

Em conversas com o Pedro, disse que não buscava um livro que somente listasse fatos mas sim, queria que pudesse transmitir uma visão mais intima do dia a dia de Annibal e do exemplo que ele deixou para seus filhos e netos. Porém, durante os 3 anos de coleta de dados, fotos e historias, ficou claro que seria impossível falar de Annibal sem falar de Rosa e do imenso amor que os uniu durante 67 anos. Amor este contagiante e que foi transmitido a toda sua descendência.

Nascido em Botucatu, Annibal era um pessoa inteligente, alegre, feliz com a vida, aventureiro, integro, que impunha respeito sem alterar a voz, honesto, humilde, líder nato, generoso com todos, dedicado à sua família e amigos, sempre buscou servir e ajudar a todos. Quanto à Rosa, a melhor definição é puro coração. Ela era séria mas amorosa, sempre disposta a ouvir e aconselhar, sempre presente nas questões ou necessidades da família.

Agora, os dois juntos era a combinação perfeita. De origem humilde, ele filho de um fiscal de fazenda (o funcionário que designava as tarefas para cada colono executar), nascido em uma fazenda de café em casa de chão batido e ela filha de um alfaiate que com amor e dedicação foram aos poucos se tornando o centro da família ou da “Famiglia”. Sempre envolvidos com a família maior, filhos, netos, primos, tios, irmãos, etc.., amigos do Lyons, amigos do Encontro de Casais da igreja, amigos de trabalho do Banco da América e Banco Itaú, eles foram amados e admirados por todos.

O livro trata justamente disso, dessa longa caminhada com alegrias e tristezas, desafios e muitas vitorias. Desde a fazenda Lajeado em Botucatu, ao bairro da Mooca em São Paulo, trabalhando na leiteria Joana D’Arc de seu pai Attilio, seu esforço para cursar contabilidade à noite e assim mudar sua vida, do seu encontro com a Rosa e da formação de sua família.

Voltar